LETO VIANA RENUNCIA E CABEDELO ELEGERÁ NOVO PREFEITO EM 90 DIAS

Preso e afastado do cargo de prefeito de Cabedelo desde o dia 3 de abril, Wellington Viana França (PRP), conhecido como Leto Viana, finalmente renunciou ao mandato. A carta renúncia, contendo a decisão do ex-gestor, foi apresentada no início da tarde dessa terça-feira (16) à Câmara Municipal, que homologou o pedido durante a sessão ordinária dessa terça (16) à noite, e nesta quarta (17) enviará comunicado oficial ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), sobre a vacância dos cargos de prefeito e de vice, e solicitação de realização de eleições suplementares diretas (voto do cidadão) em um prazo de 90 dias.

O ex-prefeito Leto Viana, que continua preso no 5° Batalhão da Polícia Militar, em João Pessoa, é um dos 26 denunciados pelo Ministério Público da Paraíba na Operação Xeque-mate, deflagrada em conjunto pelo órgão e a Polícia Federal. O grupo é acusado de ter montado uma organização criminosa na Prefeitura de Cabedelo.

letAs denúncias resultaram no afastamento de toda a cúpula do Poder Executivo e Legislativo municipal, incluindo o vice-prefeito, Flávio Oliveira, falecido em 15 de julho em decorrência de um ataque cardíaco; o ex- presidente da Casa, Lúcio José (PRP), e a vice-presidente Jaqueline França (PRP); e outros vereadores, que também foram afastados e presos.

A carta-renúncia foi protocolada na Câmara pelo advogado de Leto, Jovelino Delgado, que afirmou que Leto renuncia para deixar nas mãos da população a escolha de um novo gestor ou gestora, “tendo em vista que a condução dos trabalhos de maneira tendenciosa na CPI é uma orquestração perante o parlamento”, comentou

De acordo com o advogado o próximo passo da defesa garantir a liberdade do ex-prefeito será protocolar o comunicado da renúncia junto ao processo de Habeas Corpus que encontra-se em tramitação no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Já o advogado Vandalberto Carvalho, ex-procurador da Câmara de Cabedelo e assessor jurídico da CPI da Casa instaurada para apurar as denúncias contra Leto Viana, afirmou que os trabalhos da Comissão, que já concluiu toda a fase da instrução e está na fase das alegações finais até sexta-feira, serão concluídas, porque o ex-prefeito poderá ser ou não alvo de outras sanções políticas e administrativas, dentre elas a suspensão dos direitos políticos por oito anos.

“Vamos dar prosseguimento aos trabalhos. Porque a renúncia não impede a conclusão dos trabalhos da Comissão e da apuração das outras sanções políticas e administrativas”, afirmou.

 

Correio da Pb

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: