Sem perspectivas de aproveitamento da ex- primeira dama no novo Governo

A chance da ex-primeira-dama da Paraíba e jornalista, Pâmela Bório (PSL), de assumir uma vaga no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), a priori, inexiste. Apesar de ter se filiado ao PSL e declarado abertamente apoio a Bolsonaro, segundo o deputado federal Julian Lemos, não há perspectiva de aproveitamento para a ex-primeira dama.

“Ela veio para o PSL, o partido a abraçou e deu a garantia dela ser candidata. Ajudamos financeiramente dentro das nossas posses, ela teve a sua votação e nesse primeiro momento o nosso compromisso se encerra”, afirmou o parlamentar.

Segundo Julian, ele não tem nenhuma obrigação com Pâmela, até porque defende um novo tipo de política, pautado pela redução da máquina pública.

O futuro parlamentar previu um corte de pelo menos 10 mil cargos públicos federais.

“Não vou entrar nessa mesma prática. Não vou fazer disso: ‘ah, não entrou. Vamos colocar aqui 50’. Nem sei como vai ficar a questão dos cargos federais. Vai ter um corte aí de 10 mil [cargos]”, previu.

A entrevista de Julian foi veiculada no programa Correio Debate.

 

PbAgora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: